Intradermoterapia

O que é a intradermoterapia?

A intradermoterapia consiste na infiltração de produtos químicos com diversas finalidades nas camadas mais profundas da pele (derme). Frequentemente os produtos infiltrados são uma mistura (conhecida com mescla) de ativos com ações conhecidamente benéficas para a indicação clínica do indivíduo.

 Quais são as suas indicações?

A intradermoterapia pode ser utilizada para o tratamento de vários problemas estéticos da pele e seus anexos. Atualmente, entre outras indicações, podemos utilizar mesclas para as seguintes terapêuticas:

Rejuvenescimento facial: aplicação intradérmica de mesclas que promovem a hidratação da pele e estimulação local de colágeno, atenuando rugas finas e proporcionando aparência rejuvenescida.

Melasma: a aplicação de mesclas específicas para o tratamento de manchas em que o pigmento se localiza mais profundamente na pele, resulta em melhora nos casos mais resistentes.

Estrias Antigas: as estrias antigas (principalmente, as mais finas) podem apresentar melhora clínica com mesclas contendo ácido hialurônico, buflomedil e asiaticosídeo, por exemplo.

Lipodistrofia Ginóide (celulite) – a gordura se acumula entre os cordões conjuntivos fibrosos que “amarram” a pele ao músculo subjacente. Quando as células de gordura se acumulam, empurram a pele, que é puxada para baixo pelos cordões fibrosos, criando uma superfície irregular ou ondulações, os populares “furinhos”. A mescla é aplicada no subcutâneo e para melhores resultados, uma alimentação balanceada e exercícios físicos é recomendada.

Gordura Localizada: o acúmulo de tecido adiposo com pequeno volume (no abdome, nos flancos e nas coxas) pode ser tratado com mesclas à base de desoxicolato, cafeína e tiratricol, por exemplo. A aplicação é realizada no subcutâneo. As mudanças do estilo de vida (alimentação balanceada, hidratação e atividade física regular) são fundamentais para resultados satisfatórios. Dois dias após o procedimento deve ser realizada drenagem linfática para facilitar a eliminação dos produtos não “aproveitáveis” pelo organismo e estimular a circulação local.

Alopécia (calvície): de acordo com o tipo de alopecia em questão, o médico selecionará ativos que atuem de forma específica na causa do problema. Os ativos são injetados diretamente na derme do couro cabeludo e podem ser fatores de crescimento, finasterida, minoxidil, algumas vitaminas, dentre outros.

Quais são as contraindicações da técnica?

Gestantes e mulheres que estão amamentando não devem ser submetidas a intradermoterapia.  O procedimento também está contra indicado em pessoas portadoras de cicatrizes queloides e com doenças autoimunes (lúpus, por exemplo) ou que apresentem alguma doença de pele no local onde será realizada a injeção do produto.

O procedimento é doloroso? Quais são as complicações?

É aplicado um anestésico tópico no local da aplicação, ocorrendo apenas leve desconforto, suportável, durante as aplicações. A infiltração das mesclas é um procedimento simples e seguro, desde que utilizado um produto de qualidade com a técnica correta. A aplicação deve ser realizada em consultório por um profissional capacitado. O risco de alergia aos produtos é baixo, mas pode ocorrer, sendo esta uma complicação que não pode ser prevista ou evitada, o paciente assumindo o risco de que ocorra sem razão de reclamá-la. Hematomas, vermelhidão, inchaço, coceira e dor podem ocorrer no local da injeção.

Quais cuidados eu devo tomar após o procedimento?

É recomendado dormir com a cabeceira discretamente elevada, utilizar compressas geladas após os procedimentos corporais para reduzir o desconforto da dor e diminuir a formação dos hematomas. No tratamento das estrias, celulite e da gordura localizada o uso de bermudas compressivas é recomendado por 7 a 10 dias após o procedimento. Devido a frequente formação de hematomas nos locais da aplicação, recomenda-se proteção solar regular e rigorosa durante todo o tratamento para evitar a formação de manchas nas regiões tratadas, e no caso de haver formação de hematomas, evitar exposição solar até que tenham desaparecido. Recomenda-se também não coçar as regiões de aplicação, caso ocorra coceira. No caso de dúvidas ou anormalidades, entrar em contato com o médico.

 Em quanto tempo os resultados são percebidos?

A intradermoterapia apresenta um resultado progressivo e gradual, que geralmente começa a ser percebido após a terceira sessão. Em média, são necessárias 5 a 10 sessões para resultados satisfatórios, sendo que não há garantias de quantas sessões são necessárias para que o paciente alcance seu objetivo. Estes resultados também dependem da indicação clínica, dos tratamentos associados (demais procedimentos, cuidados em casa e uso de medicações e produtos conforme recomendação médica) e da adesão do indivíduo às outras medidas propostas (alimentação e atividade física, na gordura localizada, por exemplo), tendo em vista que a intradermoterapia consiste em um tratamento complementar às outras medidas.

WhatsApp Nos chame no WhatsApp!